Os 10 mais incríveis arranha-céus inaugurados em 2013

The Shard
Londres
É o arranha-céu mais alto da União Europeia. Segundo o juri, a construção do prédio atrasou devido ao local particularmente difícil onde foi erguido, o que exigiu um planejamento inovador do estúdio do arquiteto italiano Renzo Piano, responsável pelo empreendimento e cuja obra mais conhecida é o Centro Georges Pompidou, em Paris.A obra teve início em 2009 e foi concluída em 2012, sendo inaugurada finalmente em fevereiro de 2013. Além do hotel 5 estrelas Sangri-Lá, o edifício abriga restaurantes, lojas e um mirante espetacular.
DC Tower 1

Viena
O segundo prêmio ficou com o DC Tower 1, trabalho do escritório Dominique Perrault Architecture. Na realidade, o projeto é formado por duas torres, embora o prêmio foi concedido apenas à primeira, finalizada no verão de 2013, com 250 metros de altura. A segunda torre será menor e deve estar pronta em dois anos. O juri valorizou a utilização do concreto e do vidro na fachada, que dá ao edifício uma força de expressão e uma sensação de solidez. O desenho foi concebido como duas peças de um monólito gigante, dividido em duas metades desiguais e aberto para criar superfícies onduladas, brilhantes e rompedoras. Nos 60 andares das torre estão instaladas lojas, um hotel, escritórios e lofts. No andar superior, há um restaurante e um sky bar.
Sheraton Huzhou Hot Spring Resort

China
Na terceira posição, aparece o hotel mais estranho do ano, construído na cidade chinesa de Huzhou, um destino de fim de semana para os moradores de Xangai, que fica a 160 quilômetros de distância. A foto deste edifício, construído pelo arquiteto Ma Yansong para a rede Sheraton, explica o espanto: alguns dizem que se parece com uma ferradura, outros com um donut. Ele consiste em ''camadas'' que criam um anel erguido a partir da margem sul do lado Taihu Huzhou. O hotel, de 102 metros de altura, tem um formato oval completo, já que tem dois níveis subterrâneos que ligam a estrutura visível.
Cayan Tower

Dubai
Esta torre de 307 metros é um desses grandes milagres que vemos em Dubai. O mais surpreendente desta construção é que tem uma rotação de 90 graus. Visto de fora, parece que realmente se retorce, formando uma hélice. É uma obra de Skidmore Owings & Merrill LLP (SOM). A estrutura permite que os moradores da parte inferior da torre tenham uma vista para a Marina de Dubai, enquanto que nos apartamentos dos andares superiores é possível contemplar o Golfo Pérsico.
One Central Park

Sydney, Austrália
Central Park é uma área de novo desenvolvimento na cidade australiana, que inclui entre outros projetos um parque e uma torre de 117 metros e 34 andares desenhada por Jan Nouvel, com jardins verticais e iluminação LED. Trata-se de um conjunto de apartamentos, compostos por dois edifícios, com um centro comercial na área inferior. A conexão com a natureza é o principal valor agregado das duas torres - a maior delas foi eleita pelos jurados. "É uma forma de chamar atenção de como a natureza pode prosperar na cidade'', afirmam seus criadores. De fato, a fachada é uma coleção impressionante de jardins verticais.
Flame Towers

Baku, Azerbaijão
Flame Towers são os três maiores arranha-céus de Baku, no Azerbaijão, com alturas de 190, 160 e 140 metros. A iluminação, reconhecida como a melhor do mundo, é uma de suas grandes virtudes. As fachadas das três torres têm mais de 10 mil lâmpadas de LED de alta potência. De longe, têm a aparência de três tochas acesas. O edifício faz parte da impressionante transformação do Azerbaijão, e contém hotel, escritórios e apartamentos.
Mercury City

Moscou
Desde sua recente inauguração, o Mercury City se tornou o mais alto edifício da Europa, com uma altura de 339 metros. Supera a The Shard, de Londres, em 30 metros. A obra durou seis anos, custou 771 milhões de euros e tem 75 andares, com uma superfície total de 174 mil metros quadrados, ocupadas por escritórios, lojas e apartamentos de luxo. Ao seu redor, foram construídas ou estão em andamento outras grandes torres.
Ardmore Residence

Cingapura
O Ardmore Residence, construído em Orchard Road, o luxuoso distrito de compras de Cingapura, é uma torre residencial de 136 metros e 36 andares, projetada pelos arquitetos do Ben van Berkel of UNStudio como parte de uma cidade-jardim. A paisagem é integrada ao projeto com uma fachada em que aparecem várias texturas orgânicas, com ampla vista de toda a cidade, obtidas através de grandes áreas envidraçadas, janelas e varandas de altura dupla e uma abundância de jardins, tanto no interior do edifício como na área ao redor.
AZ Tower

República Tcheca
A torre tem 111 metros e 30 andares, e é a mais alta da República Tcheca. Reúne escritórios, lojas e apartamentos. Tem um estilo "desconstrutivista", na qual se destaca sua fachada nas cores laranja e branco, com uma curva no centro do prédio. Menos visível, sobressai um sistema de calefação e ar condicionado extramamente eficiente.
Torre Carpe Diem

Courbevoie (Paris, França)

A Torre Carpe Diem, na região de La Défense, é a última eleita pelo juri de especialistas, A ideia do arquiteto Robert AM Stern se concretizou em um edifício de 162 metros e 38 andares, que encaixa com perfeição a este bairro que cresce nos arredores de Paris. O prédio tem 44 mil metros quadrados, reunindo escritórios, jardins, lojas, um auditório e dois restaurantes. Os maiores destaques são seus jardins internos e a eficiência energética.
Do O Globo / Fotos: Reprodução

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...