Guardians, a aposta russa de super heróis no cinema


Flávio Croffi, Geekness

"Os russos foram pauta em vários sites de entretenimento na última semana. O grande alvoroço é por causa do trailer do filme Guardians, que estreia em 2016 e invade o mundo dos super-heróis.

Em uma história que teria tudo para ser clichê (se não fosse pelo fato que é um filme russo, então podemos esperar absolutamente qualquer coisa), a sinopse é basicamente: “durante a Guerra Fria, uma organização secreta chamada “Patriot” criou um esquadrão de super-heróis, que incluiu participantes de diversas repúblicas soviéticas. Durante anos, os heróis tiveram que esconder suas identidades, mas em tempos difíceis são obrigados a sair novamente pelo mundo”.

Leia-se “tempos difíceis” causados pelo grande vilão da história: August Kuratov, um megalomaníaco que quer tomar Moscou (e depois o mundo!) e tem em posse a “Modul-1”, uma poderosa máquina capaz de controlar qualquer equipamento eletrônico.

Alguma semelhança com “Avengers”? Com “X-Men”? Com “Quarteto Fantástico”? Com todos? Para completar o enredo, o “Nick Fury” da vez é Yelena Latina, a presidente da organização que lidera o excêntrico grupo contra o mal e que corre perigo diante dos planos de Kuratov.

E quem são os super-heróis que vão limpar a bagunça?


Xenia, uma ucraniana que tem tudo para fazer parte do time dos X-Men, manipulando a água (ou se transformando em água) e capaz de sobreviver e se locomover em qualquer ambiente (e por tempo ilimitado!).


Lehr, um homem das montanhas que controla a ‘terra’ e atira pedra pra todo lado (isso inclui levantar o asfalto, dissolver pedras em pedaços mortais e qualquer coisa que sua imaginação se propor a pensar).


Khan, um asiático que domina todas as artes marciais do Oriente. Uma mistura do “The Flash” quando se trata de velocidade e do “Wolverine” quando se trata de ter habilidades com objetivos pontiagudos presos em suas mãos.


E por fim, Arsus, um homem que se transforma em um urso siberiano com uma metralhadora. Precisa de mais? (Se lançarem um ‘Street Fighter’ versão russa desse filme, com certeza esse será o personagem mais disputado).
A mente por trás de tudo isso é Sarik Andreasyan, diretor e produtor armênio famoso na Rússia por “Pregnant” e “Office Romance, Our Time”, comédias com roteiro morno e cara de “Sessão da Tarde”. Confira os trailers aqui e aqui.

Em termos de qualidade de diálogo ou enredo complexo, pode esquecer. Mas com certeza Guardians trará brigas incríveis com personagens capazes de praticamente qualquer coisa. Será como assistir a uma guerra mundial, só que da Rússia contra a Rússia.

Guardians



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...