Movimento convoca novos protestos nas sedes da Globo


Renato Rogenski , adNEWS

“Em meio à onda de manifestações das últimas semanas, desperta curiosidade a insatisfação pública com a mídia, situação que fica explicita nos cartazes e gritos de ordem contra alguns dos principais veículos do País, sobretudo a Rede Globo.

O movimento é histórico e poucas vezes se teve notícia de uma manifestação popular que se virasse contra a mídia no Brasil.
Hoje (11), alguns manifestantes novamente têm como objetivo protestos em frente às sedes da emissora em algumas cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Salvador.

A causa é apoiada pelo Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) e pega carona no Dia Nacional de Lutas, organizado pelas centrais sindicais.

Questionada sobre qual motivo faz com que a Rede Globo seja o principal alvo dos protestos, Rosane Bertotti, coordenadora-geral do FNDC, explica. “Lutamos pela democratização da comunicação e a Globo é o maior símbolo de monopólio do País”, afirmou. Importante ressaltar que Rosane também é secretária nacional de comunicação da CUT (Central Única dos Trabalhadores).

Como se sabe, na tentativa de cobrir as manifestações sem que os seus profissionais fossem hostilizados, a Globo teve que abrir mão da canopla com o seu logo no microfone dos repórteres.

Cabe lembrar que os ataques contra a emissora não foram exclusividades na revolta popular, já que carros de reportagem de outros veículos também foram queimados e depredados. Rosane afirmou que é “contra qualquer tipo de violência e o impedimento do exercício do trabalho dos profissionais de comunicação”.  

A coordenadora do FNDC também ressaltou que a luta nas manifestações de hoje não é exatamente contra a Rede Globo, mas é contra qualquer fator que impeça o funcionamento de uma mídia mais democrática.

O fórum também é responsável pela criação do movimento Para expressar a liberdade. “Precisamos de uma nova lei para este novo tempo que vivemos. Um tempo de afirmação da pluralidade e da diversidade, além da busca do maior número de versões e visões sobre os mesmos fatos”, defendeu.

A adesão popular ao movimento até o momento ainda não foi confirmada.”
Foto: Reprodução

3 comentários:

Anônimo disse...

Só que os coxinhas vão ficar em casa assistindo BBB.

Anônimo disse...

QUEM É CONTRA A MÍDIA É A FAVOR DA DITADURA.SE A EMISSORA É RUIM,NÃO ASSISTA.EU NUNCA FUI OBRIGADO A ASSISTIR A GLOBO OU QUALQUER MÍDIA.CAMBADA DE BABACAS SEM TER OQUE FAZER !!!

Anônimo disse...

Babaca é você seu alienado. Vai pegar numa vassoura, otário. Não sabe sequer sobre a influência(negativa, diga-se de passagem) de uma emissora do naipe da Rede Globo e vem com este cocô "QUEM É CONTRA A MÍDIA É A FAVOR DA DITADURA". Cala a boca, se não tem nada inteligente pra falar. O que uma coisa tem com a ver com a outra? E se for pra botar ordem nesta "zorra" que virou o Brasil, prefiro a ditadura do que virar um babaca que só assiste BBB!.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...