10 agradecimentos históricos do Oscar

10 agradecimentos históricos do Oscar (Reprodução/Youtube)
Leonardo Araujo, adNEWS

A 86ª edição do Oscar acontece no próximo domingo, dia 2 de março. A festa será apresentada por Ellen Degeneres e terá transmissão da TNT no Brasil.
Para celebrar o evento, o Adnews resolveu relembrar 10 discursos marcantes da premiação mais badalada do cinema.

Confira:

Cuba Gooding Jr. enlouquece no palco

Uma particularidade do Oscar (e de outras premiações) é que os atores possuem um tempo para os agradecimentos. Estourado esse tempo, a orquestra começa a tocar uma música como forma de recado para o ator: "Acabou o seu tempo, saia daí". Em 1997, quando Cuba Gooding Jr. recebeu o prêmio de melhor ator coadjuvante por "Jerry Maguire", a orquestra tocou a música, mas Cuba estava tão anestesiado pelo momento que seu agradecimento acabou se misturando com a música e deu outra dimensão à alegria do ator.

Confira:



Roberto Benigni

Em 1999, o Brasil teve chance de levar dois Oscars para casa: melhor atriz e melhor filme estrangeiro. As duas indicações reconheciam a importância do longa "Central do Brasil". Infelizmente, o País não levou, mas "A Vida é Bela", do italiano Roberto Benigni faturou. Entre outras frases, ele disse que queria beijar todos na plateia e afirmou que o maior presente que seus pais lhe deram tinha sido a pobreza.

PS: O vencedor foi apresentado pela lendária (e também italiana) Sophia Loren.


A Índia do Marlon Brando

A atuação de Marlon Brando em "O Poderoso Chefão" é tida como uma das maiores de todos os tempos. Aliás, muitos consideram o saudoso ator o melhor de sua época. Mas Brando sabia de seu talento e não precisava de Oscars para confirmá-lo. Tanto que rejeitou o que seria sua segunda estatueta. O motivo? Queria fazer um protesto em prol da inclusão de índios norte-americanos no cinema.


Charlie Chaplin

Ninguém nega a importância de Chaplin para o cinema. Mas a Academia e o ator/diretor lendário nunca se deram muito bem. Tanto que clássicos de Chaplin como "Tempos Modernos" e "Luzes da Cidade" não levaram nenhuma estatueta. A Academia tentou se redimir com este Oscar pelo conjunto de sua obra.

Chaplin recebeu o que talvez seja a ovação mais longa na história da premiação.


Kate decepcionada

Helen Hunt vencendo o Oscar por "Melhor é Impossível" não é a imagem mais lembrada do discurso abaixo. A cara de Kate Winslet, que concorria por "Titanic", rouba a cena. A moça conquistaria a estatueta anos depois, precisamente em 2009, por sua atuação em "O Leitor".


Tom Hanks

Tom vencia o Oscar pela segunda vez consecutiva. À época, "Forrest Gump" arrebatava milhões nas bilheterias e era sucesso de crítica. Mas o agradecimento do ator à sua esposa é de fazer qualquer marmanjo lacrimejar.


Denzel Washington

A atuação de Denzel por "Dia de Treinamento" lhe rendeu o segundo Oscar de sua carreira. O discurso talvez não seja tão importante quanto aquela cerimônia de 2002.

Como bem lembra o ator no início de seu agradecimento, foram “dois pássaros” na mesma noite. Pela primeira vez, a academia premiou um ator e uma atriz negros como os melhores do ano. Halle Berry havia vencido no mesmo dia por "A Última Ceia".

Isso sem falar no prêmio honorário dado à Sidney Poltier, outra lenda negra do cinema norte-americano.


Jack Nicholson

Nicholson, até hoje, vai à premiação de óculos escuro, meio desajeitado e com seu sorriso característico. Quando levou o troféu por "Um Estranho no Ninho", fez questão de ressaltar: "Esta é a prova de que há malucos na Academia como em qualquer outro lugar".


Heath Ledger

Um dos momentos mais emocionantes da história do Oscar. A família de Heath Ledger recebeu o troféu em nome do ator, que falecera meses antes. O prêmio reconheceu o êxito de Ledger em sua atuação como Coringa em "Batman - O Cavaleiro das Trevas".

Todos na plateia estão com os olhos marejados no vídeo. Um momento comovente.


Jennifer Lawrence

Poucas vencem um Oscar com tão pouca idade. Lawrence faturou a estatueta por sua atuação em "O Lado Bom da Vida". No próximo domingo, pode levar o segundo troféu para casa, este pelo filme "Trapaça". Isso tudo com apenas 23 anos.

Nada deve impedi-la, nem mesmo o vestido e a escada.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...