“Angelina Jolie é uma mimada sem talento”: um vazamento de emails desnudou a indústria de celebridades

Angelina Jolie e a executiva da Sony que a chamou de mimada sem talento
Angelina Jolie e a executiva da Sony que a xingou
Publicado no Guardian.

"O slogan da Us Weekly, a famosa revista de celebridades que fala desde o café das Kardashians até o casamento de Kaley Cuoco, diz: “Estrelas são como nós”. Acontece a mesma coisa com os executivos de cinema, as pessoas que criam as estrelas. É por isso que todo mundo está tão fascinado pelos emails que vazaram da Sony Pictures.

No rescaldo de um vazamento monumental (possivelmente obra do governo da Coreia do Norte), emails de todos os tipos dos executivos da Sony Pictures tornaram-se públicos.

O mais notável é a correspondência entre a cabeça da Sony Pictures Amy Pascal e o super produtor Scott Rudin, em que eles discutem o destino de um filme biográfico de Steve Jobs. Os dois não são claramente fãs um do outro ou de Angelina Jolie, que Rudin chama de “uma garota mimada minimamente talentosa”. E não vamos esquecer todas as pessoas que trabalham na Sony e que pensam que Adam Sandler é um idiota sem talento que faz filmes iguais.

A verdade é que Pascal e Rudin estão falando sobre seus colegas de trabalho da mesma forma que fazemos. Se as pessoas vissem todas as coisas horríveis que eu escrevo sobre Paul, o rapaz da contabilidade, elas iriam corar. (OK, não há Paul na contabilidade, mas você entendeu o que eu quero dizer.)

Nós falamos muito mal das empresas para as quais trabalhamos e como elas são mal administradas e o que faríamos se estivéssemos no comando. Nós fazemos comentários depreciativos sobre as pessoas do escritório e como eles são boas no que fazem ou o quão irritantes são ou por que usaram aquela camisa xadrez marrom três vezes na semana nos últimos seis meses. Essa é apenas a natureza da vida profissional. A única diferença aqui é que essas pessoas são famosas.

Mas isso é uma diferença fundamental. Não é que essas pessoas sejam bem conhecidas; é que elas trabalham em uma indústria que dependa da obsessão do público. Ninguém precisa de filmes. Você pode passar uma existência muito contente sem eles, mas Hollywood nos atrai e nos faz querer comprar a fantasia. A indústria cinematográfica é coberta fanaticamente e exaustivamente pela mídia, com matérias sobre cada trailer e cada ator e atriz em revistas, na televisão, falando sobre qualquer novo projeto.

A indústria de celebridades faz com que pensemos que somos insiders, sabendo tudo o que acontece sobre esses atores e seus projetos, especialmente porque os consumidores se tornam mais e mais interessados no negócio em si, graças a publicações especializadas.

No entanto, tudo o que é publicado é fortemente controlado por agentes, profissionais de marketing, empresários e gente que grita muito e veste terno. O que é importante sobre o hack da Sony Pictures é que pela primeira vez as informações que estamos recebendo sobre o complexo industrial de entretenimento não estão sendo controladas.

A imprensa é usada como apenas mais uma ferramenta para que os produtores, agentes e executivos de cinema consigam o que querem. Basta olhar para os venenosos Pascal e Rudin. E estes são os nomes nos altos escalões das suas profissões.

Essa correspondência é sintomática de algo diferente. É assim que as pessoas em Hollywood falam quando acham que ninguém está escutando, e é exatamente como nós pensamos que fosse. Sabemos que eles não têm fé em abacaxis inflados como o filme “Cleópatra”, proposto por Jolie, que nem Pascal ou Rudin querem fazer.

Sabemos que o melhor de Adam Sandler está no passado e ele não merece todo o dinheiro que está recebendo. Sabemos que a maioria dos atores, Jolie incluída, pode ser muito difícil de trabalhar e tem egos que precisam ser tratados muito delicadamente. Sabemos de tudo isso, e estamos tão felizes por não estejamos loucos. Aquele papo de que “ele é ótimo para trabalhar,” que atores e diretores dizem uns sobre os outros em perfis de jornais e revistas, é furado. Esse é o verdadeiro negócio, e não há como voltar atrás.

É por isso que cada vez que há um vazamento de Hollywood, o assunto ganha muita atenção. Hollywood precisa de nós para o sucesso de seus blockbusters cada vez maiores para ganhar mais dinheiro, mas eles sentem, simultaneamente, a necessidade de manter controle sobre nós e vender sua mitologia ao invés da verdade. Graças à internet, o mito está se tornando impossível de manter.

Apesar do que eles gostariam que nós acreditássemos, os executivos de Hollywood são um bando de falsos, gritalhões, egomaníacos irracionais. Se há uma coisa que aprendemos com o vazamento da Sony, é que isso é absolutamente verdadeiro. Pessoas desta indústria se comportam como aquelas de todas as outras indústrias.

Talvez, no futuro, explorar o fato de que eles são como nós vai ser um ponto forte dessa indústria. A ilusão que eles estão tentando vender está desaparecendo. Talvez, em vez de usar uma miragem para chamar a atenção do público, eles possam segurar um espelho."

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...